Óbidos: uma cidadezinha para viajar no tempo

Óbidos é uma encantadora vila medieval situada no distrito de Leiria, em Portugal. A região se tornou próspera quando o Rei Dinis a ofereceu à sua esposa D. Isabel no séc. XIII e ao longo das dinastias seguintes foi ocupada pela família real.

Até hoje envolta por muralhas, a cidade se traduz em um castelo bem conservado. Desse modo ela te convida à uma viagem no tempo com suas ruas calcetadas e suas casas brancas simples e hipnotizantes.

Visitei Óbidos durante o intercâmbio de dois meses que fiz em Portugal e é certamente a minha cidade pequena favorita no país até então.

Entrada do túnel do tempo a.k.a Óbidos.

Como eu chego?

Caso esteja indo de carro partindo de Lisboa, deve seguir pela rodovia A8 em direção à Leiria e então pegar a saída 15; é um trajeto de 80 km. Se o ponto de partida for Porto, opte pela A1 até Leiria, onde deve pegar a rodovia A15. Há um estacionamento disponível do lado de fora do centro histórico.

Pode pegar um ônibus com a Rodoviária do Tejo, que fornece transporte regular de outras localidades para a cidade. Caso deseje ir de trem, pode descer na estação que fica a 15 minutos da entrada da cidade e pegar um táxi até o castelo.

Onde é que vou dormir?

Há boas opções de hoteis em Óbidos, para agradar a todos os bolsos. Inclusive pode ter a oportunidade de passar a noite dentro do próprio castelo se optar pela Pousada Castelo de Óbidos.

Como meu passeio na cidade foi bate e volta, não há nenhuma acomodação que eu tenha experimentado para aprovar a qualidade com certeza. A cidade não é grande, porém, então acredito que encontrar um hotel com uma boa localização não será um problema.

Faça uma comparação de preços de hoteis e veja avaliações de outros viajantes quanto à arrumação, limpeza, café da manhã e atendimento.

Ruela de Óbidos.

O que tem de bom?

A primeira coisa que fará ao chegar é ficar besta com a sensação de que entrou num túnel do tempo. Inegavelmente é um lugar que causa uma grande impressão quase instantânea.

Após a reação inicial, descobri que havia vários outros pontos de foco para se deliciar por lá.

Igrejas

Fã de arquitetura religiosa? Não deixe de conhecer a Igreja da Misericórdia, Igreja de São Pedro e a Igreja Matriz de Santa Maria. Também visite o Santuário do Senhor Jesus da Pedra, localizado fora das muralhas.

Livrarias

Óbidos pode ser um ponto chave para os amantes de literatura (como eu). A Câmara Municipal criou o projeto Óbidos Vila Literária e desde então podem-se encontrar vários templos literários pelo lugar.

A antiga Igreja de Santiago foi restaurada e virou uma impressionante livraria, por exemplo. Outras livrarias que pode checar são as Galeria Pelourinho, Mercado Biológico, Galeria Nova Ogiva, Museu Abílio, Literary Man Hotel, Centro Design de Interiores, Histórias com Bicho, Livraria da Adega e o Edifício dos Correios.

Lá estava eu em meu elemento na Livraria de Santiago (Antiga Igreja de Santiago).

Outras atrações

Outras opções de visita também são o Museu Municipal de Óbidos e o Aqueduto que fica do lado de fora da vila. E não deixe de subir para andar pelas muralhas que envolvem o castelo, você tem uma vista incrível tanto do lado de fora quanto da extensão interior da cidade. Se tiver medo de altura, vai com medo mesmo. Foi o que fiz. Não abra mão da experiência!

Ainda no campo de coisas que não pode deixar de fazer, coloque como seguinte na sua lista experimentar a Ginjinha de Óbidos; se você conseguir encontrá-la para tomar no copo de chocolate, ainda melhor. A ginjinha é um licor feito a partir da fruta ginja e foi a melhor bebida que tomei no país – e olha que eu aproveitei bem aqueles vinhos deliciosos.

Ginjinha de Óbidos no copo de chocolate.

Se puder investir uns euros a mais, deguste e leve uma garrafa para casa (uma grande). Trouxe uma garrafinha minúscula de volta para o Brasil por pura pão durice (olha que na época que fui, o euro nem estava este assalto) e me arrependo até hoje.

Tomei ginja em Lisboa depois disso, mas não foi a mesma experiência; a de Óbidos tem algo de especial. Então aproveite o momento.

Superando medos com a sensação de ganhar o mundo.

Dicas marotas:

  • O posto de turismo fica na entrada na vila e durante o verão, há visitas guiadas duas vezes por dia. Elas são ministradas em português e inglês e possuem duração de uma hora. É possível agendar visitas (€2,50 a €4,00 por pessoa), mas estão sujeitas a uma quantidade mínima de pessoas.
  • Ao longo do ano, rolam alguns festivais bem bacanas na cidade. Os famosos são o Festival Internacional do Chocolate, o Mercado Medieval e a decoração de Natal, que dizem ser um evento por si só. Também acontecem eventos de Música Clássica e o Festival de Ópera, então cheque para ver se pode alinhar sua visita à estas datas.

No fim, Óbidos é um daqueles lugares que dá vontade de tietar para todo mundo porque vale muito à pena. A característica medieval da vila confere a ela uma particularidade que não encontramos sempre e isso vale à visita.

Se estiver a fim de inspirações para sua viagem, confere a postagem sobre gringas viajantes negras que servem de exemplos para todas nós e nossas futuras aventuras.

Banner para marketing de afiliados no blog Negra em Movimento.

Segurança: caso esteja pesquisando seguro viagem para sua próxima aventura, compre com a Seguros Promo.

Comprando com as empresas através desses links, você contribui com o blog sem pagar nada a mais por isso. Essa é a política do marketing de afiliados, em que produtores de conteúdo podem ganhar uma comissão a partir de associação com empresas específicas.